11 fevereiro 2009

Esta coisa de perseguir a luz...

Ah... a Praia de Carcavelos! Esse lugar que me encanta no Inverno e me enjoa no Verão.
Na verdade, todas as praias me enjoam no Verão... a menos que me falem do areal de Porto Santo... ou das Caraíbas - coisa pouca, eu sei :)

Mas a Praia de Carcavelos tem uma luz de Inverno que às vezes me põe a cabeça a andar à roda. Muitas vezes dá comigo em doida quando passo por lá sem a 40D a reboque - "que raiva, porque é que eu não trouxe a máquina?!"

Quem anda por lá quase sempre são aqueles a quem eu carinhosamente apelido de "focas", basicamente porque lhes invejo a coragem - os surfistas. Eles rolam e rebolam e caem e levantam-se e enrolam-se nas ondas e na luz... os sortudos. E eu cá de fora, mera mortal a quem só resta observar... na melhor das hipóteses, observar e registar, para me regalar em casa com aquela luz a brilhar através do monitor do PC.

Esta coisa de perseguir a luz, que é a minha humilde definição do que a fotografia representa para mim, não deve ser fácil de compreender. Pelo menos é o que parece, quando me preparo para tirar mais uma tonelada de fotos num sítio onde já tirei outras toneladas de fotos e alguém me diz: "Mas para que é que tu queres mais fotografias disto? Ainda aqui estiveste no outro dia..."
Olha, pois :)

Como é que eu posso explicar o que, aparentemente, só dois dos quatro olhos presentes conseguem ver? Limito-me a encolher os ombros... - como quem diz "Não ligues, já sabes que a menina não joga com o baralho todo..." ;)
Se eu tentasse explicar, talvez acabasse por me confundir a mim mesma - isto de ser a pior contadora de histórias à face da Terra também não ajuda nada (deviam ouvir-me a tentar contar uma anedota - é de chorar... só isso, de chorar :)

As cambiantes da luz fascinam-me e, provavelmente, faço mesmo demasiadas fotos dos mesmos sítios... mas o impulso de perseguir e registar a luz é mais forte do que eu - e se eu consigo viver com isso, qualquer um à minha volta consegue viver comigo enquanto eu vivo com isso. OK?

Só para ilustrar esta coisa de perseguir a luz, aqui ficam umas fotos feitas na Praia de Carcavelos... só para ver se alguém consegue perceber o que eu quero dizer.


Janeiro 2008
Luz de Inverno na praia, com o inevitável sortudo "de molho"... aposto que percebe esta coisa de perseguir a luz, porque de certeza que não está na água pelo surf... :)


Março 2008
Aquela luz branca que quase me cega e tira o brilho às cores - já perceberam porque é que persigo a luz "certa"? ;)


Fevereiro 2009
Tempestade no mar, luz incrível por todo o lado - e eu lá, a sortuda desta vez, com a 40D na mão :)


Fevereiro 2009
Pouco tempo depois da foto anterior, já no carro, não resisti àquela mancha de luz contra o azul cobalto do céu... É nestes bocadinhos que tudo o que não cabe no visor da 40D desaparece à minha volta...
"Não liguem, a menina não joga com o baralho todo."

2 comentários:

Perséfone Hades disse...

Lindo seu blog, lindas fotos, gostei muito deste cantinho e voltarei...
Bjs
Perséfone

Sandra disse...

Pois lá nisso tens razão - A menina não joga com o baralho todo ;) quanto a histórias contadas lembro-me de já ter dado alguma gargalhada...

A perseguição à luz até compreendo, apesar de não andar de máquina em punho, mas lá está... I'm missing that one final screw como dizia o outro.

Sempre que me cruzo com uma bela cena lá me vem ao pensamento "Olha que bela foto isto daria para a menina que não joga com o baralho todo" ;)

Keep the good work e não fiques tanto tempo parada que a malta estranha

Related Posts with Thumbnails

O tempo que faz...